Informe de greve: 24/10/16 | SINTUFEJUF

Informe de greve: 24/10/16

Informe de base – SINTUFEJUF

 

Assembleia Geral de 24/10/2016

Anfiteatro de Comunicação social

 

Os técnico-administrativos, reunidos em assembleia no dia 24/10, as 9h no Anfiteatro Comunicação Social, deflagraram greve, por unanimidade, com apenas 5 abstenções. A mesa foi conduzida pelos coordenadores gerais do Sintufejuf Lucas Simeão e Paulo Dimas de Castro e pela coordenadora Leda Faria. Já no Campus avançado de Governador Valadares, a assembleia ocorreu às 12h45 do dia 25/10 no prédio da Univale, e aprovou a greve para o dia 31 de outubro.

Durante a assembleia, estudantes e professores da UFJF em paralisação fizeram ato com panfletagem na entrada do Campus.

O principal motivo da greve é a Proposta de Emenda Constitucional PEC 241, que limita os gastos públicos. Uma preocupação para toda a sociedade, a proposta estabelece para os próximos 20 anos, um teto para investimento no Estado, limitado à despesa do ano anterior, corrigida pela inflação. Ou seja, não importa que o Estado aumente a arrecadação, dispondo de recursos, os investimentos nas áreas sociais não serão aumentados. Segundo informe da Federação 26 universidades federais já haviam aderido ao movimento, sendo que outras 15 universidades estavam com assembleias marcadas com indicativo de greve.

O coordenador geral Paulo Dimas informou que na sexta-feira, 21, foi aprovada na reunião do Conselho Superior uma nota contra a PEC 241.

Os encaminhamentos aprovados pela categoria foram a inclusão na pauta geral da greve sobre a resistência à Escola sem Partido e a reforma no Ensino Médio; o fechamento total dos restaurantes universitário; a retirada imediata das discussões sobre controle de frequencia no Consu; o pedido dilação de prazo para responder ao Ministério Público Federal em relação ao controle de frequência; produção de material explicando a gravidade da PEC 241, visitar as unidades para aderir ao movimento.

A categoria aprovou também o desconto de 1% para o fundo de greve.

A primeira reunião do Comando Local de Greve ficou marcada para as 9 horas na sede administrativa do Sintufejuf, em seguida, os técnico-administrativos seguirão para a reitoria, para obter a resposta sobre o pedido ao Ministério Público.

Uma nova assembleia ficou marcada para o dia 25, às 13h no pátio do MAMM.

 

A assembleia é encerrada pela mesa.

 

 

Diretoria Executiva do Sintufejuf