I Seminário Mulheres Trabalhadoras | SINTUFEJUF

I Seminário Mulheres Trabalhadoras

O I Seminário da Mulher Trabalhadora, organizado pelo GT Mulher Trabalhadora do Sintufejuf , realizado ontem, 11 de marçoo, foi um sucesso. Aberto ao público, o evento recebeu trabalhadores e trabalhadoras de Juiz de Fora, representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Educação da UFRJ, Sintufrj, e da Associação dos Servidores Administrativos da UFV, ASAV .
Para debater sobre o tema Violência contra a Mulher, foi convidada a delegada Dra Sônia Parma, e para conduzir a palestra sobre Movimentos Sociais e a Mulher negra, Adenilde Petrina Bispo. A abertura do seminário contou com a fala da coordenadora do GT Mulher Trabalhadora da Fasubra, Ivanilda Reis, que ressaltou a importância do evento. “Nossa luta só vai ter força se somada às lutas pelo Brasil. A luta da mulher é ainda maior, pois além de todos os desafios da classe trabalhadora, ela tem ainda que enfrentar o machismo” destaca Ivanilda.
A palestrante, Dra Sônia Parma, atuou por mais de vinte anos na delegacia da mulher, e atualmente se dedica à advocacia. Sônia destacou importância da conquista da Lei Maria da Penha, e a necessidade de buscar soluções para que tenhamos políticas sérias em defesa da mulher. “Quem sofre violência pode denunciar pelo 190, da polícia militar, ou 180, disque denúncia da Secretaria da Mulher” afirma.
Adenilde Petrina abordou a origem do tratamento equivocado à mulher como submissa. Segundo ela, na Idade da Pedra, vivíamos em uma sociedade matriarcal, onde a mulher era respeitada.  A partir do capitalismo, na Idade Média, o homem tornou dono da terra, da produção e da Mulher. Adenilde lembra que até a nossa linguagem é masculina, mas que precisamos mudar isso em nossa cultura e nas escolas. “A escola é machista e conservadora, passa os ensinamentos que a elite quer” diz Adenilde.
Após o debate com o público, as mulheres palestrantes e ouvintes foram presenteadas com uma rosa e o sorteio de brindes. Ao final, durante o coffee break todas puderam confraternizar e comemorar  o dia Internacional da Mulher, celebrado em 08 de março.