Ato contra a reforma da previdência | SINTUFEJUF

Ato contra a reforma da previdência

Ato contra a proposta do Governo da Reforma da Previdência

Cerca de 15 mil manifestantes lotaram as ruas de Juiz de Fora neste 15 de março, contra a Reforma da Previdência. O ato fez parte do dia Nacional de Paralisação e contou com a presença de mais de 40 entidades de Juiz de Fora. Além dos servidores técnico-administrativos em educação da UFJF, também paralisaram as atividades na cidade professores da UFJF, escolas municipais, estaduais e privadas, creches, bancos, correios, metalúrgicos, Cemig, Embrapa, construção civil e Emater. Os funcionários do Sintufejuf também suspenderam as atividades e participaram das atividades políticas.

A concentração teve início às 9h da manhã na Praça da Estação. Seguindo em passeata, trabalhadores, estudantes e diversos movimentos sociais convidavam as pessoas para se unirem ao movimento. Segurando cartazes, bandeiras, faixas com dizeres contra o governo Temer e contra a Reforma da Previdência, os manifestantes percorreram a Avenida Francisco Bernardino até a Barão de Cataguases, retornaram pela Avenida Rio Branco, onde foram recebidos com chuva de papel picado, chegando ao Parque Halfeld já por volta das 13h. Mas o ato não terminou ali. Os manifestantes desceram o Calçadão da Rua Halfeld, fizeram uma pequena parada em frente ao Cine Teatro Central, e seguiram até a avenida Getúlio Vargas.

A mobilização reuniu várias Centrais Sindicais, Confederações, sindicatos do setor público e privado, além de muitas pessoas que entenderam o chamado e se conscientizaram do ataque este Governo que impor aos trabalhadores e na sociedade. O recado a este desgoverno é que não vamos aceitas pagar mais esta conta, o quantitativo neste ato mostra que vamos caminhar sim, se o Governo insistir, para uma greve geral. O país vai parar chega de retrocesso e de votações na calada da noite, estamos acordados, estamos mobilizados para derrubar este ataque.