Assembleia Geral de 31/08/2015 | SINTUFEJUF

Assembleia Geral de 31/08/2015

Informe de greve – SINTUFEJUF

rn

 

 

Assembleia Geral de 31/08/2015

 

Os servidores técnico-administrativos em educação da UFJF estiveram reunidos em assembleia as 14h do dia 31 de agosto de 2015 no Museu de Arte Murilo Mendes. A assembleia foi iniciada com um minuto de silêncio em respeito a morte da sindicalista Vera Flausino. O coordenador geral do Sintufejuf, Paulo Dimas de Castro, passou a palavra para o presidente da APES, Joacir Melo, que falou a respeito das atividades desenvolvidas pelo Comando Local de Greve dos professores, sobre a reunião agendada com a reitoria para o dia 02 de setembro e se desculpou pela não realização da caravana que uniria técnico-administrativos, professores e estudantes.

Em seguida, os servidores Patricia Mafra e Rogério da Silva relataram sobre o período que estiveram em Brasília como membros do Comando Nacional de Greve. Patricia falou a respeito da demora na entrega da proposta do governo, ressaltando ainda que, a Fasubra não havia recebido nenhum ofício, diferentemente de outras entidades. A servidora falou também da participação em um Seminário contra a corrupção, da ida ao Senado e a vigília feita no dia 21 de agosto, para pressionarem os reitores que estavam reunidos naquela data. Finalizando sua fala, Patrícia informou a respeito do fechamento do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão e do adiamento do prazo final da negociação.

Rogério falou sobre a implementação das 30h e ressaltou a importância da autonomia das universidades. Em relação as reuniões com o governo, o servidor relatou a angustia na demora do envio da proposta oficial para a Federação, segundo ele, esse atraso seria em decorrência da negociação das 30h.

Retomando a fala, Paulo Dimas lê o relato feito pela coordenadora Rosangela Márcia Fizzero, membro do Comando nacional de Greve, sobre a reunião do Fórum dos Servidores Públicos Federais destacando a não aprovação da proposta de 21,3% e que isso não altera a concessão dos benefícios.Heronides Meireles lembra a importância dessa assembleia para pressionar a reitoria a negociar os pontos de pauta local, já que naquele mesmo horário e local, estava acontecendo a reunião do Conselho Superior.

Flávio Sereno avaliou os relatos dos membros do CNG e destacou que o dia 31 era a data que a Lei de Diretrizes Orçamentárias estava sendo entregue ao Congresso. Falou ainda sobre a transparência orçamentária da UFJF, informando sobre um crédito de 40 milhões que a Universidade teria recebido e havia sido publicado no Diário Oficial no dia 28 de julho. Foi aprovada por unanimidade a entrega de um texto aos conselheiros do Consu questionando o motivo da não divulgação dessa verba e pedindo maior transparência. O servidor Heronides leu então para a assembleia o texto construído. Foram abertas as falas para a categoria, começando por Paulo Edson Silveira que pediu que as negociações voltem a ser anualmente. Seguido por Sebastião Arnaldo que questionou a politica econômica do governo e a demora nas negociações.

O coordenador Luiz Roberto Pereira falou também sobre a pressão que deve ser feita aos parlamentares para conseguirem o aumento, tendo em vista que a LDO já foi entregue. Além disso, informou a respeito da entrega de um ofício à reitoria pedindo uma reunião para terminar a negociação local, mas que até aquela data, não havia sido respondido. A assembleia aprovou também um ato radicalizado no dia 03 de setembro e que ele seria construído em uma assembleia no dia 02 de setembro, às 14h, no Ru Centro. A assembleia é encerrada pela mesa.

 

Diretoria Executiva do Sintufejuf